Crise afeta programação de fim de ano nas cidades do Sul do Rio

Dos seis maiores municípios da região, três cancelaram a programação.
Em muitas cidades houve corte no orçamento para realização dos eventos



A crise econômica prejudicou a programação de fim de ano no Sul do Rio de Janeiro. O G1 entrou em contato com as prefeituras das 24 cidades da região. Em muitas as festas foram canceladas por falta de verba. Na lista estão Angra dos Reis, Barra do Piraí e Resende — que junto com Barra Mansa, Volta Redonda e Três Rios lideram a lista das seis maiores municípios do Sul do Rio.
Em outras cidades, como Paraty e Piraí, houve corte no orçamento para realização das festividades. Muitos municípios aproveitaram a decoração do ano anterior para economizar sem deixar de enfeitar as vias públicas e praças.
De acordo com as assessorias de comunicação, o uso dos recursos financeiros disponíveis no pagamento de salários do funcionalismo público e a garantia dos serviços essenciais (como saúde e limpeza pública) foram prioridade para a maioria dos governos municipais.
Confira como fica a programação de fim de ano no Sul do Rio:
Angra dos Reis- Segundo a assessoria de imprensa, por conta de contenção de despesas  não haverá programação para o Natal. A festa de Réveillon, que é tradição na cidade, foi cancelada devido à crise. Apenas no dia 1º haverá a tradicional procissão marítima, com concentração a partir do 12h, da Praia da Flechas, na Ilha da Gipóia.
Barra Mansa - A Fundação de Cultura informou que, por conta da crise econômica, a ornamentação natalina do município foi feita apenas na Praça da Igreja Matriz e na Praça da Liberdade. Através da assessoria, a fundação informou que toda estrutura comprada no ano passado foi reaproveitada. A ornamentação do Natal em Barra Mansa teve apoio logístico da prefeitura, em parceria com entidades do município. Em relação ao Ano Novo, não haverá nenhuma programação.
Barra do Piraí – Não haverá programação de Natal por conta da crise financeira. A assessoria de imprensa disse ainda que a prefeitura não tem costume de realizar festa de Réveillon.
Itatiaia – Pelo segundo ano consecutivo a prefeitura não decora a cidade para o Natal. A decisão se deu justamente por conta dos custos. Segundo a assessoria, a prefeitura priorizou os serviços. Sobre o Réveillon, a assessoria informou que não havia programação definida até a publicação desta reportagem.
Mendes -  A assessoria de comunicação informou que a prefeitura não tem tradição de realizar eventos de Natal e Réveillon.
Miguel Pereira – Por conta da crise financeira, as festividades de Natal e Réveillon foram canceladas.
Paracambi – Segundo a Secretaria de Turismo, devido a crise financeira, falta de repasse para o município e transição de governo, as festividades de Natal e Réveillon foram canceladas.
Paraíba do Sul - De acordo com assessoria de imprensa, este ano não foi feita nenhuma programação de Natal por conta da crise financeira. A assessoria alegou o mesmo motivo para a festa de Ano Novo. Disse ainda que governo municipal deu prioridade para usar os recursos financeiros disponíveis no pagamento de salários do funcionalismo.
Paraty - A assessoria de imprensa informou por nota que a programação de Natal do município será inaugurada no dia 17, a partir das 17h, com o presépio na Praça da Matriz e a decoração de árvores pela artista plástica Patrícia Gibrail. Já às 21h, está programada a apresentação da Orquestra Filarmônica de Paraty e chegada do Papai Noel. Sobre o Réveillon, a festa da virada será realizada no dia 31, a partir das 21h com shows e DJs na Praia do Pontal.
Pinheiral - De acordo com a assessoria de imprensa, a prefeitura não realizará programação de Natal e Réveillon devido a crise. As dificuldades nos repasses por parte Governo do Estado fizeram o município assumir muitas outras responsabilidades. A nota diz ainda que o governo municipal vai priorizar os serviços essenciais para a população.
Piraí - Segundo a assessoria de imprensa, a decoração natalina foi reduzida esse ano por causa da contenção de despesas. A programação oficial será aberta no dia 17, com feira de artesãos especial de Natal e apresentações musicais e de dança na Praça Getúlio Vargas, no Centro. No dia 22, haverá um ato de Natal, a partir das 19h30, também na praça. Já sobre o Réveillon informou que não é tradição do município realizar festa.
Porto Real -  A assessoria informou que está com uma Caravana de Natal em parceira com a fábrica de refrigerantes da cidade. O  evento será realizado até o dia 18, no Horto Municipal. Sobre o Réveillon, a programação não havia sido definida até a publicação desta reportagem.
Quatis - Por conta da crise, para evitar despesas extras, a prefeitura não investiu em programação para o Natal. A assessoria disse ainda que não terá programação de Réveillon porque não é tradição do município.
Rio Claro - Por telefone, a assessoria disse que não terá programação de Natal por conta da crise financeira. O mesmo vale para festa de Réveillon.
Resende - De acordo com a assessoria de imprensa, não será realizada nenhuma programação de Natal e Réveillon por causa da crise financeira. A administração municipal optou por priorizar os serviços essenciais e o pagamento do funcionalismo público.
Sapucaia - Por conta da crise a econômica, a assessoria de comunicação informou que a prefeitura optou por não fazer nenhuma programação de Natal e Réveillon.
Três Rios -  Segundo a assessoria da prefeitura, a programação de Natal segue o mesmo padrão do ano anterior, com o 'Natal Iluminado' na Praça São Sebastião, no Centro. A assessoria disse ainda que todos anos o governo municipal busca parcerias com instituições financeiras para realizar a festa. Já sobre o Réveillon, a programação não havia sido divulgada até a publicação desta reportagem.
Valença -  A assessoria informou que não é tradição do município realizar festa de Natal. Sobre o Réveillon, não está prevista nenhuma programação para o Centro. Já no distrito de Conservatória, a Associação Cultural e Comercial vai promover um show, no dia 31, às 23h, com o cantor Baiano. A apresentação será na Praça Catarina Quaglia.
Vassouras - Por conta da crise financeira e por não ser tradição no município, a prefeitura optou por não fazer nenhuma programação referente ao Natal e Réveillon.
Volta Redonda - De acordo com a assessoria de imprensa, o governo municipal não cancelou nenhuma programação do Natal, decoração nas ruas e Casa do Papai Noel, na Praça Brasil. Em relação à iluminação de Natal, o poder público reaproveitou 60% do material utilizado, além de trabalhar com parcerias, o que resultou em uma decoração maior este ano, em relação ao ano passado. A Casa de Papai Noel será aberta na sexta-feira (16), com menos atrações. A assessoria informou ainda que este ano a festa de Réveillon será menor em comparação ao ano passado. O local ainda não havia sido definido até a publicação desta reportagem.

* O G1 também entrou em contato com as prefeituras de Levy Gasparian, Paty do Alferes, Paulo de Frontin e Rio das Flores, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.
Fonte: G1
Share on Google Plus

About Redação Portal

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário