Volta Redonda comemora 27 anos do ECA

Conselho Municipal da Criança e Adolescente fez grande festa na Praça Sávio Gama
 

Os 27 anos de aniversário do Estatuto da Criança e do Adolescente foram comemorados com festa na Praça Sávio Gama, em Volta Redonda, na manhã desta quinta-feira, dia 13. Com a presença do prefeito Samuca Silva, a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e outras autoridades, as festividades envolveram, além do tradicional parabéns, apresentações de balé, roda de capoeira, violão, dança, teatro e música. Também houve apresentação de fanfarra, ginástica rítmica e batuque.

“Todas as nossas ações de governo são interligadas sempre visando a criança e o adolescente. Contem comigo sempre, contem com minha juventude, com minha lealdade e minha esperança de ver um país melhor para a criança e o adolescente, para aplicar no município de Volta Redonda. Parabéns a todos que ficam vigilantes na aplicação do estatuto”, declarou o prefeito.

Organizado pelo CMDCA com apoio do Fundo para a Infância e Adolescência e prefeitura, a festa teve a participação de instituições como: Apae (Associação Pais e Amigos dos Excepcionais); Ideais (e Instituto de Desenvolvimento da Adolescência e da Infância) ; Casa da Criança e do Adolescente; ABE (Associação Beneficente Evangélica); Recanto da Criança; Pastoral da Criança; Fundação Beatriz Gama; Apadefi (Associação dos Pais e Amigos dos Deficientes Físicos);  Apada (Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos); Apadem (Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Mentais); Lar Espírita Irmã Zilá; Instituto Dagaz e Fundação CSN.

A Smac participou com seus dois departamentos, o DPB (Proteção Social Básica), com o caminhão da Brinquedolândia e o DPES (Proteção Social Especial), com uma tenda de divulgação de serviços. “O Eca estabeleceu que as crianças e os adolescentes são sujeitos de direito. Antes da sua criação, eles eram considerados propriedades do pai e do Estado. E o CMDCA é o garantidor do cumprimento do Estatuto da Criança e do Adolescente. É por isso que estamos comemorando as festividades hoje”, declarou a presidente do Conselho, Adriana de Paula Amorim Rezende.

As crianças foram envolvidas no evento, com apresentações de dança, música e capoeira. “Senti uma ansiedade, um frio danado na barriga, mesmo já fazendo esta dança desde 2015. Eu estava tremendo, mas deu tudo certo”, exclamou Kamilly Cristina do Carmo Teixeira, 10 anos, aluna do projeto Balé Educação que, junto com a amiga Alícia Miranda da Cruz Ávila, da mesma idade, abriu as apresentações com um balé. Elas foram campeãs do Prêmio Cariocas da Dança.

Segundo Guaraciara Lopes, vice-presidente do CMDCA, Volta Redonda é a segunda cidade do país e a primeira do Estado do Rio que tem criança e adolescente com assentos garantidos no conselho. São dois conselheiros e dois suplentes que têm participação ativa nas discussões políticas para as crianças e os adolescentes. Ela aproveita para chamar a atenção sobre o evento: “Esta festa não é somente uma comemoração. É também uma reflexão. O ECA ainda não foi totalmente implantado. Falta o cumprimento de todos os direitos previstos nele, principalmente, a questão da prioridade absoluta e proteção integral”, explicou.

Um dos conselheiros, o adolescente Lucas de Almeida Alves dos Santos, de 18 anos e há dois na função, acredita que a aplicação do Estatuto, embora caminhando bem, ainda esteja precária. “Muitas vezes não somos ouvidos. Eu participo ativamente do conselho, inclusive criamos um fórum para discutir os nossos problemas, o Fórum Juventude Sul Fluminense em Ação, que tem o objetivo de fomentar o interesse dos jovens para essa questão. Estamos fazendo palestras em escolas e o assunto principal é o protagonismo do jovem”, declarou o adolescente.
Share on Google Plus

About Redação Portal

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário