Hemonúcleo de Volta Redonda faz campanha por mais doações nas férias escolares

Um dos objetivos é garantir estoque para o Carnaval; o Banco de Sangue fica no Hospital São João Batista e funciona de segunda à sexta-feira, das 7 às 13h 

Resultado de imagem para hemonucleo de volta redonda

O Hemonúcleo de Volta Redonda, que funciona no Hospital São João Batista, realiza campanha de conscientização sobre a importância da doação de sangue durante o período das férias escolares. A queda na frequencia de doadores é nacional e, por isso, o Hemorio alerta para os baixos estoques de sangue.

“O período que compreende os meses de dezembro e janeiro é um dos mais críticos do ano, já que as festas e as férias de verão refletem diretamente no movimento do salão de doadores”, afirma a coordenadora do Hemonúcleo no Hospital São João Batista, Cristina Guimarães de Nascimento, acrescentando que “este é justamente o período que antecede o Carnaval, época de grande demanda”.

O secretário de Saúde de Volta Redonda, Alfredo Peixoto, lembra que as campanhas para atrair doadores são contínuas no hemonúcleo de Volta Redonda. “Antes do Carnaval, apelamos para a solidariedade das pessoas; em março, aproveitamos o Dia da Mulher para incentivar que 40% delas sejam doadoras; em novembro é comemorado o Dia do Doador Voluntário de Sangue”, disse Alfredo, acrescentando que o sangue doado é separado em diferentes componentes. “Isso significa que uma unidade (bolsa) coletada pode atender, pelo menos, três pessoas”.

Já o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, ressaltou que o hemonúcleo do município atende a cinco unidades hospitalares da região. “As campanhas com temas variados a cada mês do ano garantem o estoque e o fornecimento para essas instituições. A captação de doadores tem papel fundamental nos serviços de hemoterapia, que salvam vidas”, afirma Samuca Silva.

De acordo com a coordenadora do hemonúcleo, em janeiro, por exemplo, a conscientização é feita diretamente com os familiares dos usuários das instituições que recebem material do Banco de Sangue do município. Membros da equipe do hemonúcleo abordam as famílias no próprio Hospital São João Batista, no Hospital Municipal Munir Rafful, e entre os pacientes do Programa Unacom, no Himja, em Volta Redonda; além dos usuários do Hospital Municipal de Pinheiral e da Agência Transfusional, que fica no Hospital Municipal Flávio Leal, em Piraí.

“O objetivo é deixar clara a importância da doação de sangue para o abastecimento destas instituições e sensibilizar de que o ato de doar sangue é um ato de cidadania, solidariedade e responsabilidade social”, explicou a coordenadora do Banco de Sangue.

DICAS PARA DOAR SANGUE – Sentir-se bem, com saúde; apresentar documento com foto – em caso de menor de idade é necessária autorização do responsável, que pode ser adquirida no próprio hemonúcleo e apresentar documento original da pessoa que assinou o documento; ter entre 16 e 69 anos com peso acima de 50 quilos.

Estão impedidos de doar sangue quem teve diagnóstico de hepatite após os 11 anos de idade; mulheres grávidas ou que estejam amamentando; e pessoas expostas a doenças transmissíveis pelo sangue como AIDS, hepatite, sífilis e doença de Chagas.

No dia da doação é importante não estar em jejum; fazer repouso mínimo de seis horas na noite anterior à doação; não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação; evitar fumar por pelo menos duas horas antes e depois da doação; e evitar ingestão de alimentos gordurosos.

O Banco de Sangue fica no Hospital São João Batista e funciona de segunda à sexta-feira, das 7 às 13h.  
Share on Google Plus

About Redação Portal

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário