MERENDA ESCOLAR TEM NOVO CARDÁPIO COM ALIMENTOS FUNCIONAIS E MAIS SAUDÁVEIS, EM RESENDE

Pela primeira vez, todos os alimentos oferecidos nas 63 unidades escolares atende taxa nutricional determinada pelo Ministério da Saúde


Os 14.483 estudantes da Rede Municipal de Ensino de Resende, que atende alunos da Creche ao Ensino Médio, estão se alimentando de uma forma mais saudável e nutritiva desde o início de março, quando entrou em vigor o novo contrato para fornecimento de merenda escolar no município. Com as mudanças implantadas no cardápio, agora todas as refeições servidas nas escolas, que passaram a conter alimentos integrais e funcionais, além de mais opções de frutas, legumes e verduras, estão em conformidade com as determinações feitas pelo Ministério da Saúde.

Segundo a secretária municipal de Educação, Rosa Frech, para atender às exigências do Ministério, e tornar a merenda escolar ainda mais saborosa e diversificada, os nutricionistas fizeram um novo planejamento nutricional e montaram um novo cardápio, incluindo nele alimentos que ajudam a aumentar a imunidade contra infecções e anemia, além de contribuírem para combater a obesidade ou auxiliarem no ganho de peso, dependendo de cada caso.

Nas creches, por exemplo, as crianças com até seis meses de idade, que antes recebiam leite de caixinha ou em pó, passaram a consumir a fórmula láctea infantil, alimento ideal para essa faixa etária. Outra medida adotada, e que está fortalecendo o lanche dos estudantes com idade entre 1 e 3 anos, foi a introdução de fibras na alimentação dos pequenos. Agora, eles comem aveia com as frutas e saboreiam sucos naturais combinados com verduras e legumes ricos em ferro, vitaminas C e B6. Já nas segundas terças-feiras do mês, o cardápio antigo, composto por alimentos industrializados, como pão com margarina e iogurte, foi substituído por vitamina de banana com maçã e aveia, além de biscoito de maisena.

A proposta é usar a alimentação como fonte de desenvolvimento dos estudantes, como explica a secretária Rosa Frech.

- Os alimentos são importantes fontes de vitaminas e minerais, que contribuem para o desenvolvimento físico e cognitivo das crianças e, nesta fase de aprendizagem, é muito importante que elas tenham esse aporte energético adequado. Por isso, decidimos reavaliar o contrato e o cardápio que vinha sendo oferecido nas escolas e creches, visando aprimorá-lo e torná-lo mais nutritivo e saudável – destacou a secretária.

Segundo ela, o novo planejamento nutricional foi elaborado de forma conjunta pelas nutricionistas das Secretarias de Educação e de Saúde, tendo como proposta norteadora um cardápio nutritivo e saboroso, que atendesse não só as exigências do Ministério da Saúde, como também as necessidades dos alunos que estudam na cidade e no campo. Hoje, além de maior diversidade de produtos, o novo cardápio também aumentou significativamente a porção dos alimentos servida aos estudantes. No caso do consumo de frutas, por exemplo, o consumo por aluno passou de 15g para 85g.  

Mudança que dá gosto

Conhecida pela hidrogenação dos óleos vegetais e gordura TRANS, a margarina deixou de ser utilizada no cardápio escolar das escolas de Resende, dando lugar à manteiga, que é naturalmente rica em Vitaminas A, D, E, B12 e K2 (que pode proteger contra doenças cardiovasculares e até contra a osteoporose). Além disso, as escolas agora também contam com o azeite de oliva, considerado um alimento funcional, para ser utilizado como tempero. O produto atua no controle do colesterol, melhora o metabolismo da glicose e ainda ajuda a controlar a pressão arterial, entre outros benefícios.
Share on Google Plus

About Redação Portal

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário