Comissão Especial do Programa Minha Casa, Minha Vida busca respostas da Caixa junto à defensoria pública

Próximo passo será dado pela DPU, que enviará documento à Caixa com as manifestações dos representantes do MCMV


Mais uma vez a Comissão Especial do Programa Minha Casa, Minha Vida foi em busca de respostas e soluções para os moradores do programa habitacional. Nesta quinta-feira, dia 7, os vereadores Washington Uchôa e Paulinho do Raio X estiveram em uma reunião com o defensor público federal Dr. Claudio Luiz dos Santos, e representantes da Caixa Econômica Federal. A reunião serviu como um ponto de partida para que a comissão, juntamente com a Defensoria Pública da União (DPU), busque respostas com a Caixa Econômica Federal, para solucionar problemas que os moradores têm enfrentado frequentemente.

Além dos vereadores, do defensor e do assistente jurídico do DPU, Daniel Pelegrineti, estiveram presentes Marcio Ribeiro, advogado da Caixa; Cintia Harue, assistente do Rehab; Felipe Romero, coordenador do Rehab; Marcelo Albuquerque, gerente regional de construção civil da Caixa; e Sergio Salles, superintendente regional da Caixa.
Segundo Dr. Claudio, o objetivo da DPU é ajudar o povo. “Somos procurados por vários moradores, e os vícios de construção são as queixas mais frequentes. Eu, como defensor público, preciso de uma resposta para essas pessoas. Algo objetivo e com possível solução”, disse.

O superintendente regional da Caixa, Sergio Salles, afirmou que a Caixa é a maior interessada em ajudar e disse que defende a pessoa que por direito tem o imóvel.

- A Caixa, inclusive, tem um canal de reclamação do MCMV. Nossa proposta é compartimentar o problema, por exemplo, o que é problema de mau uso, o que é vício de construção – pontuou Sergio, acrescentando que a Caixa atenderá quem realmente é beneficiário do programa. “Sabemos que muitas pessoas alugaram, invadiram ou venderam os imóveis, e isso é irregular”.

Em Volta Redonda existem aproximadamente duas mil unidades do MCMV faixa 1.

- Fico feliz em estar em uma cidade em que o Poder Legislativo se preocupa realmente com o cidadão. Gostaria, inclusive, de parabenizar a Câmara Municipal pela parceria e pela criação da Comissão. É bacana esse espaço e essa abertura ao diálogo – frisou Sergio.

De acordo com Cintia Harue, a Caixa atende problemas com retratações protocoladas e existe uma tabela de garantia para determinadas manutenções.

Pontos

Um dado que chamou a atenção do vereador pastor Washington Uchôa foi o de que quando o local é escolhido para a construção do empreendimento é preciso ver se em volta há condições de saúde, educação e transporte.

- O fato de ter posto de saúde ou escola não quer dizer que atenderá os moradores, pois acaba sobrecarregando. Esse é um ponto que precisamos nos atentar também – frisou.

Para finalizar a reunião, Dr. Claudio disse que se o primeiro passo for dado, soluções serão encontradas.

- Sugiro que a Caixa dê um prazo e monte um calendário. Nossa próxima ação será enviar um documento à Caixa com as manifestações dos representantes do MCMV. Vamos aguardar a resposta da Caixa e solicitar o prazo de quando as demandas serão cumpridas – falou, ressaltando que outro problema a ser conversado será sobre a questão dos hidrômetros. O vereador Washington Uchôa ficou de agendar uma reunião com o Zeca, diretor executivo do Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto)
Share on Google Plus

About Redação Portal

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário