POPULAÇÃO OPINA SOBRE PLANO MUNICIPAL DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS

Reunião realizada nesta terça-feira, 19, contou com cerca
de 90 pessoas, entre alunos, técnicos, ambientalistas e professores


Em cumprimento à Lei nº 12.305/10, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), foi realizada nesta terça-feira, 19, a primeira Oficina Pública do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PMGIRS) de Resende. Promovida através de uma parceria entre a Prefeitura, o Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (CEIVAP) e a Associação Pró-Gestão das Águas da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (AGEVAP), a oficina teve como objetivo discutir, junto à sociedade, a "Etapa de Diagnóstico" do plano.

Durante o encontro, realizado na sede da AGEVAP, foram apresentados os conceitos fundamentais do plano, identificadas as principais dificuldades do município com relação à gestão dos resíduos sólidos e, principalmente, discutido com a população o que já foi diagnosticado sobre o assunto. A oficina contou com a participação do presidente da Agência de Meio Ambiente de Resende (AMAR), Wilson Moura, de representantes da empresa Deméter Engenharia Ltda, responsável pela elaboração do documento, além de diversos profissionais da área e membros da sociedade civil.

Para o presidente da AMAR, a realização da oficina foi importante para que todo trabalho, que antes era analisado somente por uma equipe multidisciplinar, fosse aberto à população, que também pôde dar sua contribuição ao processo: “estamos prontos para receber críticas, comentários e sugestões, pois isso auxilia fortemente em nosso trabalho", ressaltou Moura, lembrando que o plano pode ser acessado pela população no site da Prefeitura, no endereço www.resende.rj.gov.br.

Ainda de acordo com Moura, a próxima etapa do PMGIRS será o prognostico, onde serão trabalhadas as propostas apresentadas para corrigir as distorções encontradas no documento e apontar novas soluções. Após este trabalho, será realizada uma nova oficina pública e, por fim, uma Audiência Pública.

Diagnóstico

O diagnóstico do PMGIRS apresentado na oficina pública foi elaborado através de visitas técnicas realizadas em empresas, na cooperativa de catadores, em órgãos públicos, além da aplicação de questionários sobre o tema e da realização de reuniões com gestores públicos e privados envolvidos na gestão dos resíduos sólidos.
Share on Google Plus

About Redação Portal

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário