PREFEITURA DE RESENDE OFERECE CURSO GRATUITO DE LIBRAS

Aula inaugural foi realizada nesta segunda, dia 18, no Polo UAB/Faetec


Quarenta e seis pessoas, entre pais de alunos, profissionais da educação, da saúde e da assistência social, entre outras áreas da gestão municipal, serão beneficiados, a partir desta segunda-feira, dia 18, com a realização de um curso gratuito que vai ensinar cidadãos ouvintes a se comunicar com pessoas surdas, ou com grave deficiência auditiva, através da Linguagem Brasileira de Sinais (LIBRAS). A aula inaugural do curso, que se estenderá até o final deste ano, teve início às 18h, no Polo UAB/CEDERJ.

O objetivo da iniciativa, de acordo com a coordenadora do CEMAE (Centro Municipal de Atendimento ao Educando), Helena de Oliveira Botelho, é melhorar a comunicação entre a população de uma forma geral e as com deficiência auditiva, além de facilitar o atendimento nas repartições públicas municipais, bem como a prestação de serviços públicos a esta parcela da população. Ministrado pela professora Aline Evelin Silva, que é surda e atua na Escola Municipal de Educação Bilíngue Rompendo o Silêncio, o curso será ministrado no Polo UAB, sempre às segundas-feiras, das 18 às 20h.

Esta é a segunda turma do curso de LIBRAS aberta este ano pela Prefeitura. A primeira, cujas aulas tiveram início em março, acabou de completar o nível básico e está iniciando agora o intermediário. Para esta turma, formada por 49 pessoas, as aulas são realizadas às quintas-feiras, das 18 às 20h, também no Polo UAB.

- Quando abrimos as inscrições para a primeira turma do nível básico, notamos que havia uma demanda reprimida, pois recebemos muitas inscrições de pessoas interessadas em aprender LIBRAS. Por isso, decidimos que assim que esta turma passasse para a etapa intermediária, iniciaríamos outra turma de nível básico e é isso que está acontecendo agora. No total, recebemos mais de 100 inscrições, mas por uma questão de espaço na sala de aula tivemos que reduzir o número de participantes a 46 pessoas, dando prioridade para os pais de alunos e profissionais da educação, saúde e assistência – explicou a professora Helena de Oliveira Botelho, ressaltando que os participantes do curso serão certificados por uma universidade pública.

Considerado como município referência no atendimento às pessoas com deficiência auditiva na região das Agulhas Negras, Resende possui uma escola especializada no atendimento aos alunos com surdez total ou deficiência auditiva grave. Para isso, a Escola Municipal de Educação Bilíngue Rompendo o Silêncio, conta com uma equipe multidisciplinar que oferece exame de audiometria, avaliação e atendimento fonoaudiólogo e psicológico aos estudantes.


Palestra Matemática Inclusiva

Além da aula inaugural da segunda turma do curso básico de LIBRAS, realizada nesta segunda-feira, 18, o Centro Municipal de Atendimento ao Educando (CEMAE) também promoverá, na próxima quinta-feira, dia 21, a palestra “Educação Matemática Inclusiva”. Ministrada pelo professor, doutor e escritor Leo Akio Yokoyama, a palestra será realizada às 20h30, no auditório da Associação Educacional Dom Bosco (AEDB), na Morada da Colina.

Os interessados devem se inscrever no email inclusão.educar@gmail.com, mesmo endereço em que as pessoas devem se inscrever para participar do curso de LIBRAS.
Share on Google Plus

About Redação Portal

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário