AGOSTO É MÊS DE CAETANO VELOSO NO ARTE NA CAPA

Exposição, que homenageia os 76 anos do cantor e compositor, contará
com 30 capas de vinil e 10 CDs, além de DVDs e livros sobre Caetano


Quando se fala em ícones da Música Popular Brasileira é impossível não lembrar de Caetano Veloso – um dos mais renomados e respeitados compositores da MPB, que completa 76 anos no próximo dia 7 de agosto. E para homenagear esta que é uma das maiores personalidades da música brasileira, o projeto Arte na Capa do mês de agosto traz para o público a mostra “Verbo: Caetanear”, numa referência à música Sina, de Djavan, que diz em seu refrão: Como querer Caetanear o que há de bom.

A exposição, que terá início no dia 1º de agosto no Museu da Imagem e do Som (MIS), e poderá ser visitada até o dia 31, reúne 30 capas de LPs de Caetano, além de 10 CDs, DVDs e livros sobre a vida e a trajetória do artista no cenário musical brasileiro. Entre as capas que compõem a mostra estão “Outras Palavras”, de 1981, “Qualquer Coisa”, de 1975, e “Uns”, de 1983. Durante a exposição, os visitantes também poderão ouvir as canções de Caetano e mergulhar no universo musical de um dos criadores do movimento Tropicália, enquanto apreciam a beleza e a originalidade das capas.

A presidente da Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda, Denise Assis, ressalta que o homenageado deste mês é um artista atemporal, cuja obra agrada e emociona pessoas de todas as idades.

- Esta é uma homenagem importante a um nome de extrema grandeza na história da Música Popular Brasileira. Caetano é atemporal e a exposição “Verbo: Caetanear” é uma oportunidade imperdível para que os amantes da boa música, de todas as idades, possam conhecer um pouco mais sobre essa personalidade marcante – disse Denise.

Artista multifacetado

Nascido em Santo Amaro, na Bahia, irmão de Maria Bethânia, amigo e parceiro musical de Gilberto Gil e Gal Costa, Caetano Emanuel Viana Teles Veloso é, além de cantor e compositor, escritor e chegou até a se aventurar no mundo do cinema atuando como cineasta. Ao longo da carreira, lançou aproximadamente 50 álbuns em estúdio e ao vivo, além de ter composto trilhas sonoras para curtas metragens e peças teatrais, como, por exemplo, o espetáculo "A exceção e a regra", de Bertolt Brecht.


Serviço
Arte na Capa Novela – “Verbo: Caetanear”
Visitação: 1º a 31 de agosto, de 2ª a 6ª, das 12 às 18h
Local: Museu da Imagem e do Som (MIS)
Rua Luiz da Rocha Miranda, 117
Andar térreo da Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda, Centro Histórico



Além do horário normal, das 12 às 18h, também é possível fazer o agendamento de escolas e outros grupos para visitas no período da manhã, das 8h às 12h. Para isso, os interessados devem entrar em contato com o MIS, através do telefone 3354.7530.
Share on Google Plus

About Redação Portal

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário